AIRLANDO 10 CAIU SOBRE O COCKPIT NO SEGUNDO VOO DE ENSAIO - NÃO HÁ FERIDOS



O protótipo da aeronave híbrida ‘Airlander 10’, construído pela empresa britânica ‘Hybrid Air Vehicles’, fez na manhã desta quarta-feira, dia 24 de agosto, um pouso descontrolado no Aeródromo de Cardington, no Reino Unido. Do impacto no solo, resultaram diversos prejuízos materiais ao nível do cockpit, sem que, contudo, se tivessem registado acidentes pessoais entre os tripulantes.

Segundo a imprensa britânica, o ‘Airlander 10’, considerada a maior aeronave do mundo e, em princípio, destinada ao transporte de cargas pesadas em longas distâncias, estava a realizar o seu segundo voo de ensaio, depois do voo de estreia no passado dia 17 de agosto, que decorreu com sucesso.

A empresa construtora afirmou recentemente que pretende fabricar dez unidades desta aeronave até ao início da próxima década. Destacou também que espera que a sua certificação não levante problemas de segurança, e que as entidades certificadoras a considerem apta para diversas funções incluindo o transporte de passageiros. Segundo os construtores, o ‘Airlander 10’ poderá voar durante cinco dias sem reabastecimento, embora o faça a uma velocidade reduzida, quando comparada com a dos aviões comerciais, de asa fixa, que hoje constituem as frotas das principais companhias aéreas mundiais.

Uma notícia avançada ao princípio da tarde pelo canal televisivo britânico BBC News refere que a aeronave, um misto de avião e de dirigível, na senda dos bem conhecidos ‘zepelins’, terá embatido num poste de telecomunicações quando se dirigia para a pista do aeródromo onde pousou, razão pela qual descontrolou a manobra de pouso.

O incidente foi filmado com excelente qualidade por Lee Cordell, tendo o vídeo sido disponibilizado no canal YouTube. Cordell assistia, tal como muitas outras pessoas, às evoluções da curiosa máquina voadora, quando o ‘Airlander 10’ iniciou o pouso levemente descaído para a frente, um ângulo que se agravou à medida que foi baixando, até assentar com o ‘cockpit’ no solo. Foi esta parte da aeronave que suportou o impacto do peso do balão até este assentar totalmente.

fonte/foto/NewsAvia

Comentários

Total de visualizações de página

Postagens mais visitadas