Pular para o conteúdo principal

MONOMOTOR COM PARAQUEDISTAS CAI EM BELÉM, QUATRO MORTOS


Quatro pessoas morreram em um acidente de avião neste sábado (2) em Belém. O monomotor do tipo Cessna, de prefixo PT-DJH, decolou do Aeroclube do Pará com cinco ocupantes que participavam de um curso de paraquedismo. Segundo testemunhas, um dos passageiros conseguiu saltar antes da aeronave cair, mas o piloto Ronaldo Canavarro, o instrutor de paraquedismo Douglas Dourado e os passageiros Reginaldo Pinheiro e sua filha Lara Pinheiro, não resistiram à queda e morreram no local.

De acordo com o Primeiro Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa I), o avião decolou às 12h50 do aeroclube de Belém e caiu dentro do terreno da Empresa Brasileira de Pesquisa e Agropecuária (Embrapa), no bairro do Curió Utinga, em Belém, às 13h38.

Além do Seripa, equipes do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência foram enviadas ao local da queda. Diversos curiosos tentaram chegar ao local do acidente, que teve de ser isolado para permitir o trabalho das equipes de resgate.

Três corpos estavam perto dos destroços do avião. A quarta vítima foi localizada posteriormente, às 16h, por peritos que investigam a cena.

De acordo com um paraquedista que foi ao local após o acidente e conhecia o instrutor que estava à bordo do avião, mas pediu para não ser identificado, é provável que a queda do monomotor tenha sido provocada por falha mecânica. "A preocupação com segurança dele (instrutor) era grande. Se tu vier aqui no local vai perceber que não foi questão de salto, foi pane no avião. O avião está sem as asas", disse.

fonte/G1

Pai e filha também morreram no acidente aéreo (Foto: Reprodução/Facebook)
Reginaldo saltava de paraquedas há cerca 4 anos (Foto: Reprodução/Facebook)

Reginaldo Alves Pinheiro e Lara Pinheiro, pai e filha, foram identificados como as duas outras vítimas do acidente envolvendo o monomotor para instrução de saltos de paraquedas neste sábado (2). Ao todo, quatro pessoas morreram. 
Reginaldo era eletricista da linha de transmissão da Eletronorte e  tinha experiência em saltos. A vítima era de Abaetetuba, região nordeste do Pará, fez aniversário ontem e veio para Belém para acompanhar o primeiro salto de paraquedas da filha. 
Lara ia soltar com o auxílio do instrutor Douglas Dourado, a primeira vitíma a ser reconhecida no local do acidente.
Além dos três, o piloto Ronaldo Canavarro também faleceu ao pular da aeronave minutos antes dela cair.
Na ocasião serão divulgadas, oficialmente, todas as informações do que deve ser feito após a queda do monomotor. As vítimas são Douglas Dourado, Reginaldo Alves Pinheiro, Lara Pinheiro e Ronaldo Canavarro.
Participam da coletiva o Perito Criminal Paulo Roberto Bentes, do Centro de Perícias Científicas (CPC); o tenente da Polícia Militar, Sandro Nazareno, que é o oficial que comandou as equipes no local do acidente; o Coronel Tavernard e o Major Raposo do Corpo de Bombeiros do Estado e, por fim, Major Raposo, chefe do setor de investigação aérea do Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa).

Instrutor de salto morre em queda de monomotor (Foto: Arquivo Pessoal)
Douglas era instrutor de salto e iria ministrar o curso nos dias 2 e 3 de julho. (Foto: Arquivo Pessoal)

Uma notícia triste abalou os paraquedistas de Belém. Após o acidente com monomotor que caiu no início da tarde deste sábado (2), durante um voo para instrução de paraquedismo, foi confirmada a morte do instrutor Douglas Dourado. As identidades das outras duas vítimas ainda não foram confirmadas. Uma outra pessoa, que também estaria no avião, segue desaparecida. 
O pai dele, o Coronel Dourado, em entrevista ao DOL, confirmou a informação da morte, mas disse que está muito abalado e não quis se pronunciar sobre o acidente. 
Douglas era instrutor de salto e iria ministrar o curso nos dias 2 e 3 de julho. Douglas e a equipe de paraquedismo ainda chegaram a dar um entrevista na manhã de hoje para RBATV.  Nas redes sociais, a comoção dos amigos é grande.


Corpo de piloto é encontrado a 300m do acidente (Foto: RBA TV)
(Foto: RBA TV)
 
O corpo do comandante Ronaldo Canavarro já foi encontrado. Ele é uma das vítimas do acidente envolvendo um monomotor neste sábado (2).  Em um ato de desespero, o piloto teria se jogado do avião, já que não foi encontrado paraquedas no corpo dele. 
De acordo com informações da PM, ele se jogou a aeronave quando ela já estava caindo. O corpo do comandante foi encontrado cerca de 300 metros dos destroços.
Ainda segundo informações de um amigo da vítima, que não quer ser identificado, Canavarro tinha mais de 20 anos de experiência pilotando aeronaves.
 

fonte/(DOL com informações de Emily Beckman/Diário do Pará)


Dados da aeronave via RAB



MATRÍCULA: PTDJH
Proprietário:
EDMUNDO CRUZ GOMES CUNHA
CPF/CGC:

Operador:
AEROTUR TAXI AEREO LTDA - EPP
CPF/CGC:

Fabricante:
CESSNA AIRCRAFT
Modelo:
182E
Número de Série:
000182-54341
Tipo ICAO :
C182
Tipo de Habilitação para Pilotos:
MNTE
Classe da Aeronave:
POUSO CONVECIONAL 1 MOTOR CONVENCIONAL
Peso Máximo de Decolagem:
1270 - Kg
Número Máximo de Passageiros:
003


Categoria de Registro:
PRIVADA SERVICO AEREO PRIVADOS
Número dos Certificados (CM - CA):
4542
Situação no RAB:
ARRENDAMENTO OPERACIONAL
Data da Compra/Transferência:
150116


Data de Validade do CA:
07/03/22
Data de Validade da IAM:
070317
Situação de Aeronavegabilidade:
Normal
Motivo(s):

Consulta realizada em: 02/07/2016 18:29:05

Comentários

Unknown disse…
Meu garoto era muito feliz. Foi para ajudar Deus no paraíso dos céus....céu esse que tanto conhecia em seus lindos e felizes saltos. Vai em paz Doug.
Ecp Out/15 disse…
Meu garoto era muito feliz. Foi para ajudar Deus no paraíso dos céus....céu esse que tanto conhecia em seus lindos e felizes saltos. Vai em paz Doug.
Roberto Fantinel disse…
Meus sentimentos a família. Muito triste ter que publicar notícias sobre acidentes aeronáuticos, mas acredito que todos tinham PAIXÃO pelo que faziam.

Postagens mais visitadas deste blog

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA