Pular para o conteúdo principal

AZUL DEVOLVE 20 AVIÕES E OFERECE LICENÇAS NÃO REMUNERADAS AOS TRABALHADORES

AZUL A330-200 Nacao Azul pateo 900dpi

É mais um capítulo da grave situação económico-financeira em que vive o setor da Aviação Comercial no Brasil. A companhia AZUL Linhas Aéreas Brasileiras enviou aos seus trabalhadores um comunicado em que aborda a situação de crise que vive e oferece a possibilidade dos seus funcionários se habilitarem a uma licença não remunerada de entre seis a 24 meses, que, segundo a comunicação, pode ser “uma oportunidade”.

“A ideia – refere o comunicado conhecido nesta segunda-feira, dia 15 de fevereiro – é aproveitar o momento para que, aqueles que tenham interesse, possam realizar projetos pessoais e/ou profissionais, os quais exigiriam um afastamento temporário da AZUL, como por exemplo, cursos com jornada integral ou dedicação aos filhos menores e familiares”.

Embora tenha apanhado de surpresa muitos dos seus colaboradores, a verdade é que era esperada da parte da administração da Azul uma decisão que pudesse atenuar a situação de perdas previstas para os próximos meses, motivada pelo decréscimo de tráfego e abandono inevitável de alguns aeroportos que têm gerado menos movimento. Contudo, a companhia tem aberto outros destinos, nomeadamente com a cooperação do seu operador turístico Azul Viagens, fato que evitará um descalabro maior.

O comunicado que foi dirigido aos tripulantes e encaminhado a todos os trabalhadores, em geral, destaca que a “companhia tem realizado significativos ajustes de capacidade para estarmos mais adequados ao actual e desafiante cenário económico no qual nos encontramos”.
A companhia reconhece que “essas adequações incluem, por exemplo, a redução da nossa oferta de voos e a devolução de mais de 20 aeronaves neste semestre”.

Recorde-se que por via da entrada de David Neeleman no consórcio privado ‘Atlantic Gateway’ que adquiriu 45% do capital da TAP Portugal, a Azul cedeu oito aviões ATR72-600 à OMNI/White Airways que irá voar para a nova marca TAP Express; nove aviões Embraer E190 à PGA – Portugália Airlines, que também voarão com a marca TAP Express; e dois Airbus A330-200, que serão transferidos para Portugal, no início da temporada de Verão IATA, para reforçar a frota de longo curso da TAP. Como vemos este negócio de cruzamento de interesses com o grupo aéreo português permitirá a colocação de 19 aviões, não se conhecendo para já os contornos da negociação. Alguma imprensa portuguesa referiu que a Azul estaria a subalugar os aparelhos, o que na realidade não foi confirmado directamente pelas empresas envolvidas. No seu comunicado a companhia brasileira refere que irá proceder à devolução de mais de 20 aeronaves.
Entretanto, no site ‘Skyliner – Aviation News & More’ especializado na movimentação e novos registos de aeronaves comerciais, lia-se que o ATR72-500, matrícula PP-PTY da Azul, tinha saído da frota da companhia brasileira e devolvido ao lessor com entrega registada no passado dia 11 de fevereiro, no Aeroporto de Billund, na Dinamarca.

fonte/NewsAvia

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA