Pular para o conteúdo principal

ASSALTANTES RENDEM PILOTO E ROUBAM AVIÃO EM HANGAR DE AEROCLUBE EM SINOP, MATO GROSSO

Polícia Federal investiga roubo de aeronave em Sinop, a 503 km de Cuiabá. (Foto: Arquivo Pessoal)
Polícia Federal investiga roubo de aeronave em Sinop, a 503 km de Cuiabá. (Foto: Arquivo Pessoal)

















Um avião Cessna foi roubado do hangar de um aeroclube na cidade de SINOP, a 503 km de Cuiabá, na tarde desta quarta-feira (15). O piloto da aeronave se preparava para decolar e seguir até o aeroporto da cidade quando foi rendido por dois assaltantes armados. As informações são de um empresário, dono do avião, que não quis se identificar por questões de segurança. As vítimas registraram boletim de ocorrência na Polícia Civil e comunicaram o fato à Aeronáutica. Até o momento não se sabe o rumo tomado pela aeronave em poder dos assaltantes. Nenhum suspeito foi identificado ou preso.
De acordo com o chefe da delegacia da Polícia Federal em Sinop, Samir Zugaide, a denúncia foi recebida e foi aberto um inquérito para investigar o crime. O avião, de prefixo PR-NFE, pertence a uma empresa que presta serviços no ramo madeireiro. O piloto iria até o aeroporto da cidade para abastecer a aeronave e buscar passageiros que seguiriam para o município de  Cotriguaçu, a 920 km de Cuiabá.
Segundo o relato do crime, o piloto chegou ao aeroclube, retirou o avião do hangar e, neste momento, foi abordado por duas pessoas que fizeram perguntas aleatórias a ele. “O piloto estava indo para pista quando esses dois homens apontaram a arma para ele. Ele foi tirado do avião e rendido, teve as mãos amarradas e o rosto vendado. Dois pedreiros que estavam trabalhando perto também foram rendidos pelos assaltantes”, disse ao G1 o empresário proprietário da aeronave.

O piloto relatou que ouviu outras vozes além daquelas dos dois homens que o renderam. “Ele [o piloto] disse que tinha uma caminhonete perto e uma motocicleta. Ele também ouviu a voz de uma mulher que repassava instruções a eles pelo telefone. Eles vieram preparados e trouxeram combustível em uma caminhonete”, relatou o empresário.
Pelas conversas que o piloto ouviu, a mesma caminhonete que trouxe o combustível também levou uma pessoa para pilotar a aeronave roubada. O piloto e os dois pedreiros rendidos foram colocados em um carro e abandonados em um milharal perto de uma estrada entre Sinop e Sorriso, a 420 km de Cuiabá.
“Eles conseguiram se soltar e pediram ajuda para a primeira pessoa que passou na estrada. Nisso, eu já o estava procurando e encontrei o hangar aberto com a mochila, o celular e os pertences do piloto”, completou.
A polícia deve verificar se alguma câmera de segurança registrou o roubo. O avião, adquirido em 2005, é avaliado em mais de R$ 1 milhão. Inicialmente as vítimas informaram que o avião não conta com nenhum tipo de rastreador.
fonte/foto/G1
dados da aeronave via rab

 
MATRÍCULA: PRNFE 
 
 
Proprietário:
NEIFE DOS REIS CAVALLARO
CPF/CGC:

Operador:
NEIFE DOS REIS CAVALLARO
CPF/CGC:

 
Fabricante:
CESSNA AIRCRAFT
Modelo:
T206H
Número de Série:
T20608575
Tipo ICAO : 
C206
Tipo de Habilitação para Pilotos:
MNTE
Classe da Aeronave:
POUSO CONVECIONAL 1 MOTOR CONVENCIONAL
Peso Máximo de Decolagem:
1633 - Kg
Número Máximo de Passageiros:
005
Categoria de Registro:
PRIVADA SERVICO AEREO PRIVADOS
Número dos Certificados (CM - CA)
20471
Situação no RAB:
Data da Compra/Transferência:
281111
Data de Validade do CA: 
25/11/17
Data de Validade da IAM: 
240316
Situação de Aeronavegabilidade:
Normal
Motivo(s): 
Consulta realizada em: 16/04/2015 21:49:49


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA