Pular para o conteúdo principal

VEJA AS OPÇÕES DE VOOS PANORÂMICOS NO LITORAL NORTE DO RIO GRANDE DO SUL


Veja imagens do Litoral Norte feitas em passeios aéreos Bruno Alencastro/Agencia RBS
Beira da praia de Capão da Canoa vista de cimaFoto: Bruno Alencastro / Agencia RBS
Ver a terra de cima sempre fascinou o homem. No Litoral Norte, mudar o ponto de vista permitSul,e enxergar além de dunas, barraquinhas e ondas. Quem arrisca um passeio pelos ares surpreende-se com a beleza colorida dos guarda-sóis, com a linha quase infinita do mar e a cadeia de morros e lagoas da região litorânea.
É para esse cenário que o instrutor de voo livre Flávio Lyszkowski Pinheiro, da Companhia do Ar, transfere no verão a escola que tem em Sapiranga. Em Osório, ele arrendou um terreno na BR-101, e instalou os "seus brinquedinhos". Parapente é o preferido deles.
Na segunda-feira, Pinheiro reuniu praticantes experientes e novatos na modalidade para um salto da rampa nordeste do Morro da Borússia, um dos cartões-postais de Osório. Apesar da diversão, o assunto é encarado com seriedade por ele:
— A dica para quem quer voar é procurar sempre pilotos credenciados pela Associação Brasileira de Voo Livre ou alguma outra federação — recomenda. 
Durante o trajeto aéreo, quem fez aulas e já pode voar sozinho é monitorado pelo rádio o tempo todo. Quem acompanha o instrutor no voo duplo é brindado por explicações técnicas sobre o movimento do vento e a paisagem da região. Tudo com a experiência e a segurança de quem já encarou travessias de mais de cem quilômetros.
No dia em que a reportagem de ZH voou, o parapente chegou a uma altura de 500 metros, a uma velocidade de 30km/h. Faltou pouco para estar junto às nuvens. Voando pela primeira vez com esse tipo de asa, o técnico agrícola Jorge Nozari gostou tanto da experiência que pretende repetira dose.
— O desafio é se manter voando. E quanto mais alto, melhor — garante Nozari, acostumado a voar com asa delta.
Opções para voar
Além do parapente e do paramotor (que é um parapente motorizado), planador e helicóptero são outras formas de ver o Litoral de cima. O acesso aos pontos de embarque é fácil e os valores do passeio variam de R$ 94 a R$ 200.
HELICÓPTERO
Os parques aquáticos Marina Park e Acqua Lokos estão com licença da Anac para operar voos panorâmicos com o público. Os passeios duram de quatro a sete minutos, custam entre R$ 95 e R$ 99 por pessoa, com capacidade para quatro pessoas. Ambos incluem um sobrevoo na beira mar de Capão da Canoa. O valor não é incluso na entrada dos parques.
Marina Parque
Estrada do Mar, 1.000, Km 35, em Capão da Canoa
Telefone: (51) 3625-3049
Acqua Lokos 
Estrada do Mar, 2.000, Km 50, 
em Capão da Canoa 
Telefone: (51) 9938-6398
PLANADOR
Sobre um cenário bucólico, rodeado pelos cataventos do Parque Eólico, o trajeto oferece um pouco de turbulência na subida, enquanto o planador está sendo rebocado pelo avião. Depois que atinge a altitude mínima necessária, o passeio torna-se tranquilo. Os voos podem ser realizados das 9h até o pôr do sol desde que em condições meteorológicas favoráveis. No Aeroclube Albatroz, em Osório, custa R$ 150 para ter um desligamento do motor a 450 metros do solo e R$ 200 para a altura do desligamento ser de 650 metros.
PARAPENTE/ PARAMOTOR
Aulas de três horas ou voos de 20 minutos saem por R$ 180. A escola oferece equipamentos de segurança e acompanha os alunos até o Morro da Borússia. Há opção de saída da Lagoa da Pinguela, onde o parapente é rebocado por lancha.
Escola de Aviação Civil Albatroz
Rua Marcílio Dias, 2.085, bairro Albatroz, em Osório
Fone: 3663-1079

Companhia do Ar
BR 101, Km 79, em Osório 
(51) 8436-2092 ou 8124-3404
 fonte/foto/ZeroHora

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA