sábado, 10 de janeiro de 2015

BOEING CARGUEIRO DA ETHIOPIAN SAI DA PISTA EM GANA

Ethiopian B737400_crash_Accra 10jan15_A 900pxi

 Um Boeing 737-400 F (versão cargueiro) ACIDENTOU-SE na manhã de hoje, sábado, dia 10 de Fevereiro, no Aeroporto Internacional de Kotoka/Accra, capital do estado africano do Gana. A aeronave sofreu danos vultuosos tendo o motor direito se separado da asa e rolado para a frente da fuselagem num terreno fora da pista, onde o avião bastante danificado ficou imobilizado.

Um comunicado da empresa concessionária do aeroporto (Ghana Airports Company, Limited) confirma o incidente, verificado pelas 11h05 locais (mesma hora UTC) com um Boeing de registo etíope (ET-EQV), que viajava de Lomé, no Togo, para Accra, com três tripulantes a bordo, que estão internados num hospital militar da capital do Gana. Desconhece-se que tipo de carga transportava ou, até, se voava sem carga. 
Segundo o comunicado o avião, que está pintado com as cores da Ethiopian Airlines, voava ao serviço da companhia pan-africana Asky Airlines, que tem sede em Lomé, capital do Togo.

O aparelho, sn 28493 e msn 2838, fez o primeiro voo em 02 de Dezembro de 1996, contando, por isso 18 anos e um mês de serviço. Trabalhou primeiro como avião de passageiros, tendo sido transformado em cargueiro há dois anos, depois de alguns anos ao serviço da companhia belga Brussels Airlines.

Não são conhecidos mais pormenores, nem tão se o despiste da aeronave teve alguma relação com eventuais más condições meteorológicas.

A imagem mostra o motor que se separou da asa direita imobilizado frente à fuselagem do Boeing, cujos três de aterragem também quebraram no impacto com o solo.

A imagem mostra o motor que se separou da asa direita imobilizado frente à fuselagem do Boeing, cujos trens de aterragem também quebraram no impacto com o solo, o que, em primeira análise, poderá ser responsável pela saída de pista.

fonte/foto/NewsAvia

Nenhum comentário:

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...