segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

RAIOS DEIXAM MARCAS NA FUSELAGEM DE BOEING 787-9 DREAMLINER DA AIR NEW ZELAND

Air New Zeland B787-9_Dreamliner 900dpi

Um avião Boeing 787-9 Dreamliner da Air New Zeland foi atingido diversas vezes com raios durante uma tempestade que atravessou quando se preparava para aterrar no Aeroporto Internacional de Perth, na Austrália.

Não se registraram quaisquer acidentes pessoais e a aterragem decorreu em segurança, segundo fontes da companhia aérea. Contudo, e por medida de precaução, a aeronave regressou sem passageiros a Auckland, capital da Nova Zelândia, onde iniciara a viagem (voo NZ175). O avião, segundo fontes aeroportuárias citadas pela imprensa australiana, apresentava diversas marcas na fuselagem do impacto dos raios que assolaram o aparelho durante a trovoada que atravessou.

A Air New Zeland minimizou o incidente e disse que as aeronaves estão construídas para resistir às trovoadas e que isso é, aliás, normal em viagens aéreas, sobretudo em zonas tropicais ou de Inverno intenso. A imprensa australiana recorda, a propósito, que até hoje, apenas um acidente aéreo foi provocado por uma descarga elétrica durante uma trovoada: foi nos Estados Unidos da América, em 1967, quando um avião de passageiros explodiu devido a um raio que atingiu um dos tanques de combustível.

Os Boeing 787-9 Dreamliner são construídos com material composto, nomeadamente as asas nas quais estão os tanques de combustível, mas as precauções tidas pelas companhias e recomendadas pela fábrica são as mesmas que as que estão determinadas para os aviões com asas em metal.
Este ano, até ao dia 1 de Novembro passado, a Autoridade Nacional de Segurança Aérea da Austrália (Australian Safety Bureau) registou 75 incidentes com raios em aeronaves no espaço aéreo do país.

 fonte/foto/NewsAvia

Nenhum comentário:

MÍSTERIO REVELADO - ANTOINE SAINT-EXUPÉRY...

Foi um segredo guardado durante 64 anos. Horst Rippert, piloto alemão da Luftwaffe, admitiu, aos 88 anos, ter abatido Antoine de St Exu...