Pular para o conteúdo principal

RAIOS DEIXAM MARCAS NA FUSELAGEM DE BOEING 787-9 DREAMLINER DA AIR NEW ZELAND

Air New Zeland B787-9_Dreamliner 900dpi

Um avião Boeing 787-9 Dreamliner da Air New Zeland foi atingido diversas vezes com raios durante uma tempestade que atravessou quando se preparava para aterrar no Aeroporto Internacional de Perth, na Austrália.

Não se registraram quaisquer acidentes pessoais e a aterragem decorreu em segurança, segundo fontes da companhia aérea. Contudo, e por medida de precaução, a aeronave regressou sem passageiros a Auckland, capital da Nova Zelândia, onde iniciara a viagem (voo NZ175). O avião, segundo fontes aeroportuárias citadas pela imprensa australiana, apresentava diversas marcas na fuselagem do impacto dos raios que assolaram o aparelho durante a trovoada que atravessou.

A Air New Zeland minimizou o incidente e disse que as aeronaves estão construídas para resistir às trovoadas e que isso é, aliás, normal em viagens aéreas, sobretudo em zonas tropicais ou de Inverno intenso. A imprensa australiana recorda, a propósito, que até hoje, apenas um acidente aéreo foi provocado por uma descarga elétrica durante uma trovoada: foi nos Estados Unidos da América, em 1967, quando um avião de passageiros explodiu devido a um raio que atingiu um dos tanques de combustível.

Os Boeing 787-9 Dreamliner são construídos com material composto, nomeadamente as asas nas quais estão os tanques de combustível, mas as precauções tidas pelas companhias e recomendadas pela fábrica são as mesmas que as que estão determinadas para os aviões com asas em metal.
Este ano, até ao dia 1 de Novembro passado, a Autoridade Nacional de Segurança Aérea da Austrália (Australian Safety Bureau) registou 75 incidentes com raios em aeronaves no espaço aéreo do país.

 fonte/foto/NewsAvia

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA