Pular para o conteúdo principal

ITAMARATY CONFIRMA CONDENAÇÃO DE BRASILEIRO POR AMEAÇAR VOO NOS EUA


O Itamaraty confirmou nesta sexta-feira (16) a condenação do brasileiro Francisco Fernando Cruz, preso no dia 9 de janeiro em Miami, nos Estados Unidos, por enviar emails à polícia e à TAM Linhas Aéreas com ameaça de bomba em um avião da empresa. Segundo o Itamaraty, o estudante, de 23 anos, foi condenado pela Justiça norte-americana a doze meses e um dia de prisão.

Na quinta-feira, em entrevista ao G1, Cláudia Cruz, mãe do estudante, informou que o filho tinha sido condenado a cinco meses de prisão. Cláudia afirma que o consulado em Miami explicou que a pena, na prática, é menor do que 12 meses e um dia, visto que ele já cumpre prisão. Segundo o Itamaraty, Francisco será solto em janeiro.

Cláudia diz que o filho entrou em contato após a decisão e disse que estava consciente da punição. “Ele estava tranquilo e disse para eu não ficar preocupada. Ele sabe que errou e me falou que poderia ser pior. Nós estamos no processo de aceitar. Sabemos que a punição era preciso, afinal, ele errou e tinha que pagar por isso”, diz a cabeleireira, que mora emS orocaba.


 Entenda o caso
O sorocabano foi preso no dia 9 de janeiro em Miami, nos Estados Unidos. Segundo o FBI, Francisco, que morava nos EUA há dois anos, havia enviado no dia 8 um e-mail ao Departamento de Polícia de Miami (MDPD) e à TAM Linhas Aéreas alertando sobre a existência de uma bomba em um avião da empresa.

A mensagem informava: "Flight must not take off. Targeted. It will go down. Retaliation. Cargo is dangerous. Be advised" (Voo não deve decolar. Marcado. Vai cair. Retaliação. Carga é perigosa. Estejam avisados). Segundo a polícia americana, o Departamento de Polícia de Miami rastreou a origem da mensagem e concluiu que ela foi enviada de um computador na Montclair State University, em Montclair, Nova Jersey.

A polícia teve acesso às imagens que mostram o terminal de computador usado para enviar a mensagem. "A segurança pública de quem viaja é fundamental, e quaisquer ameaças feitas para perturbá-la serão investigadas sem impunidade", declarou JD Patterson, diretor do MDPD.

Na época, a assessoria da TAM Linhas Aéreas afirmou que foi notificada pelas autoridades do EUA sobre a suposta presença de bombas a bordo de uma de suas aeronaves. “Para garantir a segurança dos clientes e da tripulação, a companhia, como já fez em outras circunstâncias de alarme falso, reforçou a inspeção de todas as cargas despachadas, assim como aos passageiros”, diz a nota. Ainda segundo a TAM, após investigações, foi confirmada que a ameaça era falsa. "Nenhum risco foi detectado à segurança do voo JJ8043. A aeronave decolou normalmente, no horário previsto", completava a nota.

fonte/G1

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA