Pular para o conteúdo principal

QUEDA DE AVIÃO MONOMOTOR CAUSA MORTE DE TRÊS PESSOAS EM PALMAS


Avião monomotor caiu em Palmas e causou a morte de três pessoas (Foto: Polícia Militar do Tocantins/Divulgação)Avião monomotor caiu em Palmas e causou a morte de três pessoas
(Foto: Polícia Militar do Tocantins/Divulgação)
 
A queda de um avião monomotor em Palmas causou a morte de três pessoas neste domingo (9). Morreram o ex-prefeito de Ponte Alta do Tocantins, Cleyton Maia Barros, de 51 anos; o filho dele Cleyton Maia Barros Filho, 24 anos; e o soldado dos Bombeiros do Distrito Federal; Luís Augusto Aragão Feitosa, 23 anos. A aeronave partiu de Porto Nacional com destino a Palmas, ainda durante a manhã, e teria caído próximo de Taquaralto, distrito da capital.

Aeronave ficou com a frente destruída com a queda (Foto: Polícia Militar do Tocantins/Divulgação)Aeronave ficou com a frente destruída com a queda
(Foto: Polícia Militar do Tocantins/Divulgação)
 
 
A aeronave caiu pela manhã, mas só foi localizada em uma mata por moradores da região no início da noite. Segundo testemunhas, foram ouvidos gritos pedindo por socorro. Mas quando o avião foi localizado, as vítimas já estavam sem vida.

Segundo informações da Agência Nacional de Aviação Civil ANAC, a aeronave não tinha condições seguras para voo. A Infraero vai investigar as causas da queda do avião monomotor Cessna 210, matrícula PT-OMX. Uma das possibilidades é que o motivo tenha sido pane seca, ou seja, falta de combustível. Segundo informações preliminares, o piloto do avião era Cleyton Maia Barros Filho.

Também é esperado para esta segunda-feira (10) a chegada à capital de técnicos do Centro de Investigação de Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa).
Os Bombeiros, a Polícia Militar e representantes da Infraero estiveram no local do acidente na noite deste domingo. Os corpos foram resgatados e levados para o IML de Palmas.

O ex-prefeito de Ponte Alta do Tocantins, Cleyton Maia Barros, exerceu mandato na cidade entre 2008 e 2012. No mesmo ano, foi candidato à prefeito de Porto Nacional, mas não foi eleito. Antes disso, Cleyton já havia sido vereador portuense, chegando a ocupar o cargo de presidente da Câmara Municipal.

Há quatro anos o ex-prefeito sofreu um acidente com o mesmo avião na região do Jalapão. No momento do pouso, uma pista irregular causou danos na aeronave que capotou. Naquela oportunidade não houve vítimas.

Cleyton Maia Barros Filho era o piloto do avião que caiu na capital do Tocantins (Foto: Glauber Matos/Divulgação)Cleyton Maia Barros Filho era o piloto do avião que caiu na capital do Tocantins
(Foto: Glauber Matos/Divulgação)
 
 
fonte/foto/G1
 
Dados da aeronave/Via RAB
 
MATRÍCULA: PTOMX
 
 
Proprietário:
CLEYTON MAIA BARROS FILHO
CPF/CGC:
00355922142
Operador:
CLEYTON MAIA BARROS FILHO
CPF/CGC:
00355922142
 
Fabricante:
CESSNA AIRCRAFT
Modelo:
210N
Número de Série:
21064360
Tipo ICAO :
C210
Tipo de Habilitação para Pilotos:
MNTE
Classe da Aeronave:
POUSO CONVECIONAL 1 MOTOR CONVENCIONAL
Peso Máximo de Decolagem:
1724 - Kg
Número Máximo de Passageiros:
005


Categoria de Registro:
PRIVADA SERVICO AEREO PRIVADOS
Número dos Certificados (CM - CA):
13443
Situação no RAB:

Data da Compra/Transferência:
250610


Data de Validade do CA:
09/06/16
Data de Validade da IAM:
180713
Situação de Aeronavegabilidade:
CERTIFICADO DE AERONAVEGABILIDADE (CA) SUSPENSO
Motivo(s):

  • IAM vencida
  • Consulta realizada em: 10/02/2014 06:36:57
     

    Comentários

    Postagens mais visitadas deste blog

    AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

    Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
    O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
    Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
    Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
    O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
    Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
    fonte/foto/UOL

    Da…

    VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA