Pular para o conteúdo principal

FOKKER DR1 - PRIMEIRO VOO - FIRST FLIGHT



 Obra de Arte....

Primeiro voo do Foker DR1 em Leme, São Paulo.

Doze anos de trabalho do construtor e proprietário José Dante Zanaga Neto, para colocar no ar a réplica com motor original. Marcos Fernandes foi o "pioneiro" a voar a histórica aeronave.

História...

Fokker Dr.I


  • O Fokker Dr.I Dreidecker foi um avião militar da Primeira Guerra Mundial projetado por Reinhold Platz e construído pela Fokker-Flugzeugwerke. O modelo ganhou notoriedade quando foi pilotado pelo "Barão Vermelho" Manfred von Richthofen. 
    Comprimento - 5,77 m
    Envergadura -7,19
    Autonomia de voo - 300 km
    Velocidade máxima - 185 km/h
    Peso - 406 kg
    Voo inaugural- julho de 1917
    Tipo de motor -motor giratório


  • Em Abril de 1917, A Royal Naval Air Service (RNAS) introduziu o Sopwith Triplane. O Sopwith depressa provou ser superior ao Albatroz e ao Halberstadt Scouts usado pelos Serviços aéreos alemães.

    Nenhum dos 11 fabricantes de aviões alemães (Albatros, Pfalz, AEG, DFW, Schütte-Lanz e Euler), respondeu com protótipos de triplanos.


     Os trabalhos de Fokker responderam às necessidades com o V.3, um triplano equipado com um pequeno motor-rotativo, fuselagem em aço e asas muito grossas. Testes iniciais revelaram deficiências no V.3, particularmente no controle das forças.



    Fokker produziu o V.4, um protótipo melhorado, o substituto do V.3. O V.4 provou ser superior aos protótipos do triplano construídos por outros fabricantes. Depois de um teste, Idflieg emitiu uma ordem para a produção imediata dos aviões.

    Alguns especialistas consideram o Dr.1 um quadriplano, pois a sessão do aerofólio presente entre as rodas do avião, por possuir um perfil assimétrico, também gera sustentação ao avião.


    Foram pré-produzidos dois triplanos, designados por F.I. Estes aviões, da série 102/17 e 103/17, foram os únicos a receber o nome de F.I. Chegaram a Markebeeke, Bélgica no dia 28 de Agosto de 1917. Richthofen, voou no 102/17, pela primeira vez a 1 de Setembro de 1917 e abateu dois aviões inimigos nos dois dias seguintes. Disse a Kogenluft (Kommandierenden der General Luftstreitkräfte) que o F.I era muito satisfatório.

    Na primeira vez que o triplano esteve em combate durou pouco tempo. Kurt Wolff, Staffelführer da Jasta 11, foi atingido no 102/17 a 15 de Setembro e Werner Voss, Staffelführer da Jasta 10, foi morto no 103/17 a 23 de Setembro. A produção das máquinas, designadas por Dr.I, começaram em Outubro. Estes aviões eram idênticos ao F.I. Todos os aviões foram entregues a esquadrões como o Richthofen's Jagdgeschwader 1. O Dr.I ofereceu uma melhor maneabilidade. Os lemes e os controladores de elevação eram simplesmente poderosos e conseguia virar a uma velocidade surpreendente. Vizefeldwebel Franz Hemer da Jasta 6 disse, "O triplano foi o meu avião de combate preferido porque tinha todas as qualidades de voo que um avião pode ter."

    fonte/Wikipédia

    Comentários

    Bohne disse…
    Sem palavras e com uma inveja estratosférica.

    Parabéns é pouco....

    Saudações de Porto Alegre.

    Frederico.

    Postagens mais visitadas deste blog

    AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

    Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
    O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
    Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
    Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
    O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
    Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
    fonte/foto/UOL

    Da…

    VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA