Pular para o conteúdo principal

ATUALIZADO -ÍNDIOS KAIAPÓ MORREM EM QUEDA DE AVIÃO NO INTERIOR DO PARÁ




 Divulgado os nomes do piloto e co-piloto e indígenas envolvidos com acidente aéreo em Novo Progresso 

O chefe do pólo da Casai, o indígena Bepy, informou que os tripulantes do avião que  caiu com indígenas da aldeia Kaiapó já foram resgatados.

Segundo o indígena o avião caiu momentos após a decolagem, e não explodiu mas foi totalmente destruido pela queda.A aeronave teria saído da aldeia Pukanu com destino a Novo Progresso, depois da decolagem, o avião caiu com todo mundo. “Não houve sobreviventes”, disse.

Entre as vítimas, estavam três índios Kaiapó - Nhak-Meti Kayapó, 33 anos, o marido Takaboi Kayapó e a filha de seis anos Ire-ê Kayapó -, o piloto Thiago Henrique Brandão Vieira, 28 anos, e o co-piloto José Fernandes Carneiro, 54 anos.

O Piloto Thiago Henrique Brandão  e de Belo Horizonte (MG), e o Co-Piloto: Jose Fernandes Carneiro de Brasília serão transladados para suas cidades e os indígenas para aldeia Pukanu e KBK.

Segundo o cacique Bey , os indígenas que resgataram os corpos dos indígenas envolvidos com o acidente, já o piloto e co - piloto foi o exercito devido os corpos estarem preso na aeronave, disse.

fonte/foto/Jornal Folha do Progresso /Bep-y Kaiapo





Três índios Kaiapó que estavam em um avião bimotor (Islander, prefixo PT-WMY) da empresa Heringer Táxi Aéreo morreram durante a queda da aeronave nesta quarta-feira (4), na Comunidade de Cachimbo, próximo ao município de Novo Progresso, sudoeste do Pará. Segundo a Casa de Saúde Indígena (CASAI) de Novo Progresso, o piloto e o co-piloto também morreram.

O chefe do pólo da Casai, o indígena Bepy, informou que o avião caiu momentos após a decolagem. A aeronave teria saído de Itaituba com destino a Novo Progresso, de onde seguiria par a aldeia Pukanu. "Eles [os índios] fizeram um atendimento de saúde e estavam retornando para a aldeia. Depois da decolagem, o avião caiu com todo mundo. Não houve sobreviventes", diz.

Avião bimotor seguia em direção a Aldeia Pukanu (Foto: Reprodução/TV Liberal)Avião bimotor seguia em direção a Aldeia Pukanu (Foto: Reprodução/TV Liberal)

Segundo a Aeronáutica, uma aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB) sobrevoa a área do acidente em busca do avião que caiu e dos corpos das vítimas.

De acordo com a Casai, os corpos do piloto e co-piloto, assim que localizados, devem ser enviados para Brasília e Belo Horizonte. Já os indígenas devem ser levados para as aldeias Pukanu e KBK.
De acordo com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a situação da aeronave envolvida no acidente estava regular. A Inspeção Anual de Manutenção (IAM) e o Certificado de Aeronavegabilidade (CA) estavam em dia.

fonte/G1/PA

Dados da Aeronave/Via RAB

MATRÍCULA: PTWMY
Proprietário:
HERINGER TAXI AEREO LTDA
CPF/CGC:
06933485000152
Operador:
HERINGER TAXI AEREO LTDA
CPF/CGC:
06933485000152
Fabricante:
BRITTEN-NORMAN
Modelo:
BN-2A-3
Número de Série:
314
Tipo ICAO :
BN2P
Tipo de Habilitação para Pilotos:
MLTE
Classe da Aeronave:
POUSO CONVECIONAL 2 MOTORES CONVENCIONAIS
Peso Máximo de Decolagem:
2858 - Kg
Número Máximo de Passageiros:
008


Categoria de Registro:
PRIVADA SERV.TRANSP.AEREO PUBLICO NAO REGULAR TX.AEREO
Número dos Certificados (CM - CA):
7262
Situação no RAB:

Data da Compra/Transferência:
280113


Data de Validade do CA:
20/08/19
Data de Validade da IAM:
200814
Situação de Aeronavegabilidade:
Normal
Motivo(s):

Consulta realizada em: 04/12/2013 20:40:18

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA