Pular para o conteúdo principal

AERONAUTAS ACEITAM REAJUSTE E CANCELAM GREVE

O Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA) decidiu em assembleia nesta quinta-feira, em São Paulo, cancelar a greve que estava prevista para ter início amanhã nos aeroportos brasileiros. A data marca uma saída em massa para as viagens de final de ano – estão previstos cerca de 360  mil embarques e desembarques em todo o País.

A categoria é composta por aproximadamente 26 mil pilotos, copilotos e comissários de voo. A decisão sobre a não paralisação foi tirada em cinco bases do sindicato – localizadas nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília e Porto Alegre. De acordo com o SNA, foi aceita a proposta do Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias (SNEA) de reajuste salarial de 5,6%, além de outros itens que envolviam condições de trabalho.

Ontem, uma decisão do Tribunal Superior do Trabalho (TST) determinou que, em caso de paralisação, os aeronautas mantivessem ativos 80% do efetivo, sob pena de pagamento de multa de R$ 100 mil ao dia ao SNA.

Entre os itens negociados, estão o estabelecimento de piso salarial para copiloto e comandante; a previsão de vale alimentação para quem recebe salário líquido até R$ 3.248,01; melhores condições de escala para as tripulantes em um prazo de seis meses após o retorno da licença maternidade e passe livre – o qual permite que os aeronautas da aviação regular utilizem voos domésticos das empresas congêneres.

Segundo o presidente do sindicato, Marcelo Ceriotti, a categoria desistiu da paralisação na data recorde de movimento nos aeroportos “em respeito aos usuários do transporte aéreo e pela fragilidade do sistema de aviação brasileira”. “Mas vamos continuar nossa busca por melhores condições de trabalho e para o setor”, disse, para completar: “Buscaremos junto ao governo um trabalho conjunto para implementação de melhorias sustentáveis para o sistema de aviação nacional”.

Já o vice-presidente da entidade, Adriano Castanho, adotou outro tom: “Além da pressão da sociedade pelo fato de ser uma data de grande movimento, tivemos uma pequena evolução nas cláusulas sociais, ainda que nenhum, nas cláusulas econômicas. E de certa forma sim, fizemos uma avaliação de risco ante a decisão do TST e concluímos que não há como controlar 20% da categoria, isso é utópico e inviabilizaria a greve”, admitiu. “Foi uma soma de fatores [que impediu a paralisação], em suma”, completou.


Aeroviários discutem greve em janeiro
Também em negociação com as empresas aéreas, o Sindicato Nacional dos Aeroviários adiou a assembleia que poderia deflagrar greve também amanhã para o próximo dia 7. A entidade representa cerca de 58 mil trabalhadores em terra (entre os quais, funcionários de check ins e pistas) e reivindica 8% de reajuste nos salários.
 As empresas ofertaram 5,6%, que, segundo a assessoria do sindicato, não foram aceitos. O setor também foi alvo de decisão do TST, que decidiu, hoje, impor multa de R$ 100 mil ao setor caso não fosse implementado 80% do efetivo em caso de greve.

fonte/Terra

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA