Pular para o conteúdo principal

HELICÓPTERO DA POLÍCIA MILITAR DEVE COMEÇAR A OPERAR EM SOROCABA, SÃO PAULO, ATÉ AGOSTO




O helicóptero Águia 18, da Polícia Militar e que irá operar na região de Sorocaba, deve ser entregue entre julho e agosto, conforme estimativa do Grupamento de Radiopatrulha Aérea da PM. A aeronave modelo Esquilo AS-350 B2 custou R$ 6 milhões e por enquanto está na base do Grupamento, no aeroporto do Campo de Marte, na cidade de São Paulo. Passa por fase de testes e trâmite para emissão das certificações e do seguro.

A vinda do helicóptero exclusivo para a PM de Sorocaba foi anunciada em junho do ano passado. São quatro para o interior de São Paulo: Piracicaba, Presidente Prudente, São José do Rio Preto e Sorocaba. O de Presidente Prudente, o Águia 16, já opera desde março. Os outros três devem ser entregues nos próximos meses.

O coronel Silvério Leme Filho, do Comando de Policiamento do Interior (CPI) 7, explica que a aeronave ocupará espaço no hangar do aeroporto de Sorocaba, que será alugado pela Prefeitura. “Os comandantes dos batalhões já iniciaram o planejamento de operações com apoio aéreo para quando o Águia 18 começar a ser utilizado”, segundo o comandante do CPI-7.

Oficial de relações públicas do Grupamento de Radiopatrulha Aérea, o tenente Rui Paulo Galletti estima que no mais tardar até agosto o helicóptero estará pronto para voos na região de Sorocaba. As certificações junto aos departamentos de aviação e o contrato de seguro são exigências de praxe. A entrega deverá contar com a presença do governador Alberto Goldman (PSDB).

Sobre o lugar para abrigo da aeronave no aeroporto, a Secretaria Municipal de Governo e Planejamento informou que está “ultimando as pesquisas para a locação de um hangar”. De acordo com Carlos Laino, secretário interino de Governo e Planejamento, ainda não existe um local definido pois é necessária autorização prévia do Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo (Daesp) para sublocar o espaço. Segundo Laino, “tão logo o departamento autorize a locação, a secretaria fará a contratação da área conforme a legislação vigente”.

Ferramentas e equipamentos da base local do Águia 18 já foram adquiridos, diz Silvério. Ele ressalta que o espaço locado pela Prefeitura será provisório. “Um hangar próprio para o helicóptero da PM será construído com verba do Governo Estadual em terreno do aeroporto já reservado para essa finalidade”, conforme o coronel.

A equipe do Águia 18 será formada por cerca de 15 a 18 policiais: pilotos, tripulantes e mecânicos de manutenção.

Sete policiais, que já atuavam no CPI-7, fazem treinamento específico na capital. Um major irá comandar a equipe. Para Silvério, a aeronave exclusiva irá melhorar a estrutura de segurança na região de Sorocaba. A área do CPI-7 abrange Sorocaba e mais 78 municípios.

O helicóptero tem capacidade para transportar seis pessoas e inclui uma série de equipamentos, como rádio digital, computador de bordo que fornece mapas e rotas, holofote, guincho para resgate, aparelhos médicos de emergência, GPS de alta definição e câmera.

Silvério lista os usos para o Águia 18. No combate à criminalidade auxiliará em cercos policiais, perseguição a veículos em fuga, rebelião em presídios, localização de desmanches clandestinos e monitoramento ambiental. Também servirá para socorro em casos de acidentes de grandes proporções, pessoas ilhadas em enchentes e até transporte de órgãos para transplante.

fonte/JornalCruzeiroDoSul/PilotoPolicial

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

VÍDEOS DO ACIDENTE COM BOEING 737 DA PERUVIAN AIRLINES EM JAUJA

AVIÃO COM O SENADOR AÉCIO NEVES FAZ POUSO DE EMERGÊNCIA NO AEROPORTO DE GUARULHOS

Imagem com a aeronave em que estaria Aécio, fora da pista, e que circula na internet
O avião em que estava o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto internacional de Guarulhos na noite de quinta-feira (9), informou sua assessoria de imprensa.
Já era noite quando a aeronave, um táxi aéreo fretado pelo PSDB, saiu de Brasília com destino a São Paulo. Os pilotos, percebendo que um pedaço do pneu havia ficado na pista, teriam solicitado autorização para pousar em Cumbica, ao invés de Congonhas, por ter uma pista maior. Ao aterrissar, no entanto, o trem de pouso teria se quebrado, vindo o avião a sair da pista.
Apenas Aécio e a tripulação estavam a bordo. Segundo a assessoria, nem ele nem os pilotos se feriram.
O senador veio para São Paulo porque tem reunião agendada com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã desta sexta (10). Apesar do incidente, o encontro foi mantido.
Fernanda Carvalho/O Tempo/Estadão Conteúdo
fonte/foto/UOL

Da…